BP-IDS validado com conclusão do ECOSSIAN

Está concluído o ECOSSIAN, projeto de cibersegurança cofinanciado pela UE envolvendo 19 parceiros europeus durante três anos, no âmbito do qual o INOV teve a oportunidade de evoluir e validar o seu sistema inovador de deteção de intrusões, o Business Process Intrusion Detection System (BP-IDS), em duas infraestruturas críticas europeias.  

O ECOSSIAN teve como objetivo estudar a questão da cibersegurança nestas infraestruturas e propor uma abordagem transfronteiriça e transetorial de prevenção e aviso antecipado, assim como uma estrutura de resposta a ciberataques. Durante o projeto, o INOV liderou a integração das 18 tecnologias envolvidas na solução tecnológica proposta e apoiou a sua demonstração. 

Além do desenvolvimento de deteção avançada de ameaças, correlação de eventos e tecnologias de partilha segura de informação, o ECOSSIAN propôs uma organização multinível dos Centros de Operações de Segurança: setorial, nacional e europeu. Durante o terceiro ano do projeto, foram realizadas três demonstrações setoriais – para além da Gas Networks Ireland e Infraestruturas de Portugal, foi realizada uma demonstração numa estrutura financeira, a Poste Italiane. Além destas, realizou-se, em abril de 2017, uma demonstração final europeia focada na cooperação internacional na resposta a ciberataques. 

Os resultados do projeto foram apresentados a 7 de julho junto da Agência de Execução para a Investigação da Comissão Europeia em Bruxelas, tendo recebido uma avaliação preliminar positiva.

O ECOSSIAN é financiado no âmbito do Programa-Quadro FP7 da União Europeia sob o contrato n.º 607577.

Share This